+351 262 841 392
 [email protected]

Category Archives: Região Oeste

Histórias do Termalismo – Banhos Populares

Marta Frazão é arquiteta e doutoranda na Universidade de Évora sob a minha coorientação. O projeto de investigação situa-se no estudo de escalas e variantes formais e culturais do património termal português, especificamente nos chamados “banhos populares”, ou informais, de que são exemplo, nesta região, os banhos da Quinta das Janelas, como antítese do termalismo científico e sem enquadramento regulamentar, mas passíveis de desenvolvimento, com regras, desde que a água mineral natural se apresente em condições e seja legalizada. A Ler...

GERIR É RESPONDER AOS DESAFIOS DO FUTURO!

O Montepio, a exemplo de todo o sector da saúde, tem atravessado graves dificuldades, consequência de uma Pandemia que tem provocado uma pressão enorme sobre as pessoas que estão nas Administrações destas unidades, todo o pessoal e recursos humanos, em todos os serviços de apoio à saúde e associados.Nem sempre entendemos as limitações próprias de cada Unidade de Saúde. Se recorremos aos seus serviços é porque precisamos e nessa altura as exigências são totais e legitimas. No geral, somos Ler...

De facto, os sócios do Montepio é que decidem!

A vida dá-nos diariamente lições de resiliência, e nem sempre temos a humildade de reconhecer que o poder da natureza é incontrolável, pelo que, parar para pensar é algo que nos deve, cada vez mais, levar a desligar das redes sociais. Vem isto a propósito de uma conferência de imprensa havida há duas semanas, organizada pela lista B, candidata aos órgãos sociais do Montepio Geral, em que 3/4 do tempo foram ocupados criticando ou menosprezando o trabalho do atual Conselho Ler...

Jardim à volta do Penedo Furado

A zona envolvente do Penedo Furado, geomonumento de relevância mundial com milhões de anos, tem uma nova imagem, pela primeira vez florida, que melhora o aspeto deste ex-líbris da Foz do Arelho. A intervenção foi desenvolvida pela junta de freguesia. 15-03-2021 Fonte: Jornal das Caldas – Jardim à volta do Penedo Furado Ler...

Stereossauro no Festival da Canção com “Claro Como Água”

O caldense Stereossauro, nome artístico de Tiago Norte, estreia-se como compositor no Festival da Canção da RTP, com o tema “Claro Como Água”, interpretado por mema. (Sofia Marques, de Aveiro). “Conheci a música da Mema em 2019 e senti logo muitos pontos em comum com a minha abordagem à música eletrónica com referências tradicionais. Identifiquei-me com a música dela. Entretanto, fomos trocando ideias e trabalhando num tema que seria para um próximo disco meu, isto já durante o confinamento em Ler...

“Apesar do cansaço, nós somos o melhor que estes doentes têm”

JORNAL DAS CALDAS com os profissionais do internamento Covid do hospital O Hospital das Caldas da Rainha, integrado no Centro Hospitalar do Oeste (CHO) tem 58 doentes Covid internados em enfermaria. Uma equipa coesa, lutadora e humana tem estado a dar tudo por tudo para salvar os doentes. São três as enfermarias para tratamento de doentes Covid-19 com um total de 62 camas, 60 de adultos e 2 de obstetrícia. São reconhecidas como uma referência para o tratamento do novo Ler...

O Regresso às Aulas é na VOGAL …

Ler...

A Vogal vai de férias

INFORMAÇÃOEstaremos encerrados no período de 25 de julho a 1 de agosto 2020, para descanso de toda a equipa.Reabrimos dia 2 de Agosto no horário habitual.Agradecemos a compreensão e prometemos voltar com mais energia para vos receber. Obrigado 🙏 Ler...

FALU – Festival Artístico de Linguagens Urbanas nas paredes da cidade

Depois de Nuno Viegas e Akacorleone, chegou a vez do artista caldense, e autor da pintura gigante “Lost Queen”, que ocupa uma das paredes dos Silos, Daniel Eime, fazer uma das seis intervenções de grande escala, que estão a ser realizadas nas Caldas da Rainha, no âmbito da primeira edição do FALU – Festival Artístico de Linguagens Urbanas. Esta iniciativa, que decorre até ao dia 15 outubro e que trará ainda mais dois artistas nacionais à cidade, pretende ser Ler...

Vigília pela cultura e pelas artes

Um grupo informal de profissionais da cultura e das artes vai promover uma vigília (Vigília Cultura e Artes) no dia 21 de maio, entre as 9h e as 19h. O evento vai acontecer, em Lisboa, em frente à Assembleia da República. Terá lugar também noutras cidades, descentralizando a ação e reforçando a importância de uma perspetiva que tenha em conta a realidade de todo o país. Até este momento, estão formadas comissões na Madeira, em Faro, nas Caldas da Ler...