+351 262 841 392
 vogal@papelariavogal.com

35.00

Médicos e Sociedade

Médicos e Sociedade

Para Uma História da Medicina em Portugal no Século XX António José de Barros Veloso (Coordenação) Lançado em novembro de 2017 Edição em Português

Durante o século XX, os médicos foram um motor decisivo na transformação da sociedade portuguesa. O seu papel foi determinante na protecção sanitária das populações, na luta contra as epidemias e no alargamento da assistência médica a todo o território. Participaram na organização do ensino médico e da investigação, planearam e dirigiram hospitais, desenharam e propuseram campanhas de prevenção, ao mesmo tempo que importavam para o país as mais recentes aquisições da medicina moderna. ao mesmo tempo, alguns deles contribuíram para a cultura, em áreas tão diversas como as artes plásticas, a literatura e a arqueologia em que deixaram obras de grande qualidade. Este livro pretende dar uma ideia, ainda que incompleta, deste período de 100 anos, através de narrativas baseadas sobretudo em fontes primárias, capazes de interessar não apenas os médicos como também os historiadores e o público em geral. Apresenta um leque de cerca de 40 autores de referência no panorama da medicina e da cultura.

REF:SERCD2236 Categoria: Etiquetas: ,
  • Descrição

Descrição

Médicos e Sociedade

Para Uma História da Medicina em Portugal no Século XX António José de Barros Veloso (Coordenação) Lançado em novembro de 2017 Edição em Português

Durante o século XX, os médicos foram um motor decisivo na transformação da sociedade portuguesa. O seu papel foi determinante na protecção sanitária das populações, na luta contra as epidemias e no alargamento da assistência médica a todo o território. Participaram na organização do ensino médico e da investigação, planearam e dirigiram hospitais, desenharam e propuseram campanhas de prevenção, ao mesmo tempo que importavam para o país as mais recentes aquisições da medicina moderna. ao mesmo tempo, alguns deles contribuíram para a cultura, em áreas tão diversas como as artes plásticas, a literatura e a arqueologia em que deixaram obras de grande qualidade. Este livro pretende dar uma ideia, ainda que incompleta, deste período de 100 anos, através de narrativas baseadas sobretudo em fontes primárias, capazes de interessar não apenas os médicos como também os historiadores e o público em geral. Apresenta um leque de cerca de 40 autores de referência no panorama da medicina e da cultura.